sábado, 10 de setembro de 2011

Phineas e Ferb - 1x02B - Festa de Terror Na Praia Com Gnomos de Jardim


Temporada: 1ª Temporada
Código de Produção: 102B
Número da Produção: 4
Escrito Por: Bobby Gaylor
Martin Olson
Dan Povenmire
Jeff "Swampy" Marsh
Storyboards Por: Chris Headrick
Jon Barry
Dirigido Por: Dan Povenmire
Emparelhado Com: Phineas, o Veloz

Phineas e Ferb decidem criar uma praia em seu quintal, já que está fazendo muito calor. Todas as pessoas da cidade participam da festa na praia. Candace tenta até fazer com que Linda não entre em casa para ela ainda ter mais alguns momentos com Jeremy. Heinz durante este tempo conta a história mais horrível de sua infância, ele pretende destruir todos os gnomos de Danville.
No dia mais quente do verão, Phineas e Ferb estão sentados na sombra debaixo da árvore, ouvindo o rádio. Perry está deitado próximo.

O DJ aconselha a todos relaxarem, sentando-se sob uma árvore frondosa, com "um mamífero semi-aquático de algum tipo". Mesmo que eles cumpram as recomendações, Phineas não quer que o calor impeça eles de criar uma grande idéia. Linda anuncia que ela está indo para o spa, enquanto Lawrence limpa o porão. Candace diz que ela é responsável pelos dois. Phineas começa a criar uma praia com seu irmão.

Perry entra no seu esconderijo, e Major Monograma dá seu recado. Gnomos do gramado, que fornecem proteção para os jardins cestão desaparecendo, ele suspeita de Heinz Doofenshmirtz.

Enquanto isso, o primeiro caminhão de areia chega. Isabella pára para ver o que está acontecendo. Phineas mostra-lhe o seu progresso. Isabella pergunta a ele se ela e as garotas podem ser salva-vidas. Ele concorda. Candace está fala ao telefone com Stacy, mas os sons dos golfinhos impedem que a conversa prossiga. Quando Phineas mostra a praia para as Garotas Companheiras, Candace tenta ligar para Linda. Logo depois Jenny e Stacy aparecem com roupas de banho. Elas anunciam que Jeremy e seus amigos vão estar lá em breve, logo Candace fica afobada e entra em casa para se arrumar.

Perto dali, Agente P tem se disfarçado como um gnomo de jardim. Um aspirador de pó gigante puxa-o para o sub-solo, onde o Dr. Heinz Doofenshmirtz está observando os gnomos que ele está coletando. Lá, agente P, disfarçado como um gnomo de jardim, revela-se. Dr. Doofenshmirtz pega uma controle remoto para ativar uma armadilha para pegar agente na P, mas é o controle remoto para a porta da garagem. Ele se enrola muito e com um bom tempo prende seu inimigo.

De volta à praia, as coisas estão em andamento. Quando Jeremy está preparando sua prancha, Candace traz-lhe uma bebida, mas é atingida na cabeça por um coco. Ela cai em cima de um caranguejo que leva-a embora. O caranguejo levá-la para uma competição limbo. Candace ganha a competição e é coroada "Rainha Wahini da Praia". Ferb logo depois canta Praia do Quintal.

Heinz conta sua história de infância. Quando ele e seus pais viviam em Gimmelschtump, se depararam com tempos de vacas magras e seu amado gnomo de jardim foi arrecadado. Seu pai decidiu que ele seria o gnomo para proteger o jardim contra as bruxas e os feitiços do bosque. Doof via todas as crianças se divertindo, mas ele tinha que ficar para e não podia comer nada nem mesmo dormir. Agora ele se vingará destruindo todos os gnomos de Danville e da Área dos Três Estados. Doof apresenta a Perry o destruidor de gnomos, quando ele vai ativar sua criação a armadilha de Perry abre (pois era o controle errado) e começa a briga.

De volta à praia, a competição de surf está prestes a começar. Buford Van Stomm tenta empurrar todos mas Phineas acaba vencendo a competição. Candace está dançando com Jeremy. Assim quando a banda muda para uma dança lenta, Ferb entrega seu celular em uma bandeja. Linda está chamando para ver se está tudo ok. Candace fala de uma forma tão estranha que Linda decide voltar para casa.

O vácuo que estava recolhendo os gnomos agora foi posto em marcha à ré, fazendo com que a soprar gnomos de jardim para fora parecendo um vulcão. Todos entram em pânico com a chuva de gnomos. Todo mundo corre. Na calçada da frente, a mãe diz que quer uma explicação do que está acontecendo e depois de um momento de relutância, Candace diz a verdade.

Durante esse tempo, a luta entre o agente P e Dr. Doofenshmirtz acontece. O vácuo agora suga a água. Tudo é retirado da praia, Perry sobe para fora do buraco e Phineas solicita o fim da festa. Phineas, Ferb, Isabella e Perry caminham de volta para seu quintal, acompanhados por aplausos dos outros. A cerca sobe quando a mãe entra no quintal. Candace fica louca quando vê que a festa acabou. Phineas, Ferb e Perry, voltam para a árvore para escutar o rádio. O DJ agradece a Phineas e Ferb por dar uma festa de esquentar os ânimos. Durante os créditos toca-se Perry o Ornitorrinco.

Créditos Finais
É tocada a música tema de Perry

Músicas
■Nós Vamos à Praia
■Praia do Quintal (Ficou em 2º lugar no Cliptástico)
■Se o Verão Durasse Um Dia
■Música Tema do Perry o Ornitorrinco

Frases Tradicionais

O Que Está Fazendo?
Isabella: Oi Phineas.
Phineas: Oi Isabella.
Isabella: O que está fazendo?
Phineas: Construindo uma praia

----------

Cadê o Perry?
Phineas: Nós precisamos de mais areia. Aí cadê o Perry?

----------

Meio Jovem
Homem: Você não é meio jovem pra ser paisagista?
Phineas: É eu sou sim

Informações Básicas
■Esta é a primeira vez que Ferb canta.
■Heinz Doofenshmirtz ainda era obrigado a ficar no jardim como um gnomo, mesmo depois da situação financeira da família mudar. Os detalhes são revelados em Quem Joga Melhor? e depois visto em As Crônicas de Meap.
■Jeremy não fala neste episódio.
■Quando os gnomos começam a ser atirados para fora do vulcão, alguém grita: "Quem está protegendo os nossos jardins?".
■Stacy e Jenny Brown são os que coroam Candace depois que ela ganha o concurso de limbo.
■Esta seria a primeira vez que Perry é visto saindo do esconderijo de Doof.
■Este é o primeiro episódio que Doofenshmirtz não diz que odeia Perry.

Erros
■No início, quando Phineas, Ferb, e Perry estavam sentados sob a árvore, os olhos de Perry são azuis, na verdade eram para serem marrons.
■Quando Candace diz: "O que vocês fizeram com o meu paraíso?", o short de Phineas está laranja, mas depois de Linda sugerir Candace a sair do sol, o short de Phineas volta a ser laranja com nuvens brancas.

Elenco
■Yan Gesteira como Phineas
■Gustavo Pereira como Ferb
■Flávia Fontenelle como Candace
■Tereza Cristina como Linda
■Samir Murad como Doofenshmirtz
■Carlos Seidl como Major Monograma
■Bruna Laynes como Isabella
■Ronalth Abreu como Buford
■Charles Emmanuel como Jeremy
■Hannah Butel como Stacy

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Phineas e Ferb - 1x02A - Phineas, o Veloz


Temporada: 1ª Temporada
Código de Produção: 102a
Número da Produção: 3
Escrito Por: Jeff "Swampy" Marsh
Dan Povenmire
Storyboards Por: Antoine Guilbaud
Sherm Cohen
Dirigido Por: Dan Povenmire
Emparelhado Com: "Festa de Terror Na Praia Com Gnomos de Jardim"

Phineas e Ferb transformam o carro da mãe num super carro de corrida, e como são muito novos pra dirigir, usam controle remoto. O plano de Doof: esvaziar os pneus dos carros de corrida no autódromo.

Phineas e Ferb estão se perguntando o que fazer hoje, além de dar banho no Perry. Por trás do muro, eles escutam o barulho dos carros de corrida.

Eles vão para a garagem para reformar o carro da mãe para a corrida. Candace passa, depois de tirar uma nova foto sua para postar em seu blog, vê que os meninos estão aprontando novamente. Ela pergunta a Phineas e Ferb o que eles estão fazendo com o carro. Phineas responde que estão preparando-o para a corrida. E como são muito jovens para dirigir Ferb vai controla-lo com o controle remoto. Candace foge para dizer a mãe, mas descobre que ela não está em casa. Ela volta e pergunta à Phineas onde sua mãe está e ele diz que ela está fora jogando bridge na casa da Sra. Garcia-Shapiro.

Candace anda pela rua e toca a campainha. Sra. Garcia-Shapiro atende a porta. Candace grita de fora da casa para sua mãe ouvir. Atrás dela, Phineas e Ferb estão testando o carro. Phineas então testa o botão vermelho do controle remoto. Um motor de foguete ativa e lança o carro para cima, fora da vista. Naturalmente, este é o momento em que Linda Flynn chega para ver por que Candace está gritando. Candace mostra a mãe as crianças brincando com um controle remoto. Linda não ve nada de errado e volta para seu jogo.

Isabella vê o que os meninos estão fazendo. Depois Phineas diz que ele está se preparando para a corrida. Isabella pergunta se ele tem um grupo para os pits stop. Ele diz que não e ela vai se encontrar com as Garotas Companheiras, como depois é revelado. Enquanto isso, Perry entra no seu esconderijo. Major Monograma diz que Heinz Doofenshmirtz está mais uma vez em seu dirigível, e construiu um raio esvasiador. Perry sai de seu esconderijo para se encontrar com seu inimigo.

Na pista, Isabella as garotas companheiras, que será a equipe de Phineas nos boxes. Ela depois de apresentar as meninas a Phineas, explica que vai trabalhar com um motor de 42 cavalos de potência. Durante sua busca por Phineas e Ferb, Candace reúne-se com Jeremy. Ela finge está confortável em torno de Jeremy, os anunciantes começam a falar da corrida e do Time de Phineas nos alto-falantes. Um clipe de Candace gritando por Phineas é mostrado na tela grande. Jeremy lembra que seu irmão vai correr para Candace e que a corrida será transmitida pela TV. Candace então tem uma nova ideia de dedurar seus irmãos.

Candace chama sua mãe e diz-lhe para ligar a TV, mas Linda acaba não conseguindo ligar a televisão a tempo. Enquanto os pilotos esperam a partida, no dirigível da Empresa do Malvado Doofenshmirtz, Perry é capturado. Em seguida, Doof apresenta sua mais nova invenção, o Esvasiador-intor. Ele anuncia que, pretende esvasiar todos os pneus dos carros da corrida, pelos ele esvasiará tudo na Área dos Três Estados.

Enquanto isso, Candace entra na pista para dedurar Phineas. Ela fica um pouco perto da ação e retorna aos estandes toda suja, endurecendo seu corpo inteiro, devido a fumaça dos carros. Um fotógrafo tenta levá-la para comprar uma foto de recordação e Candace percebe como conseguir provas de para sua mãe. Agarrando a câmera, ela tira uma foto de Phineas quando ele está dirigindo, mas não tem dinheiro suficiente para comprar duas fotos. Ela então pega uma das fotos e de bicicleta parte para casa.

Ferb fica sentado em um lugar bem alto do estádio, com o controle do carro. Phineas pergunta se ele poderia aumentar a velocidade do carro. Ferb arruma uma bateria mais potente e faz uma chupeta nela com o controle com carro. Phineas então corre que nem um doido. Durante um pit stop Gretchen põe um laço gigante no carro.

Dr. Doofenshmirtz testa sua invenção em uma bola de praia. Ela esvazia, voando pelo ar e caindo no pára-brisa de um dos carros, desencadeando uma reação em cadeia de colisões e danos ao estádio. Graças à ajuda de Ferb, Phineas não tem nenhum problema evitando os destroços, o que lhe permite relaxar e tocar um pouco de guitarra. Os comentaristas dizem que o carro da equipe Phineas está evitando os obstáculos, dizendo que parece que ele tem até visão externa do circuito. O que é verdade, Ferb tem uma bela visão do circuito de onde está. Depois Isabella e as garotas companheiras cantam "Vai Phineas".

De volta ao lar de Sr. Garcia-Shapiro, Candace apresenta a foto de sua mãe. Acontece que ela sem querer levou a foto dela horrível ao lado de Jeremy. Candace grita tanto que Dr. Doofenshmirtz chega a ouvir quadras de distância, fazendo com que ele pense que todos estão com medo dele. Enquanto Heinz está procurando um pouco de queijo para dar ao rato, que recarrega o inator, Agente P pega a sua mala de amostras de queijo. Com o queijo fedido ele atira dentro da calça do médico com uma besta. O rato acompanha o queijo dentro da calça e grita Dr. Doofenshmirtz quebra do vidro aprisionando Agente P. Agente P ataca Dr. Doofenshmirtz. A luta faz com que um raio seja disparado, logo depois ele volta e esvazia o dirigível.

Candace percebe que a transmissão de corrida ainda pode estar acontecendo e liga a TV. Ao fazer isso a adolescente percebe que Phineas levou a bandeirada quadriculada. Linda caminha até a tv para ver o que Candace quer mostrar-lhe. Mas naquele momento, o dirigível deflacionado bate na torre de transmissão, cortando o sinal. Linda entra na sala para encontrar Candace olhando para a TV sem sinal. Dr. Doofenshmirtz salta do dirigível e rouba o carro. Isso não incomoda Phineas, que diz: "Parece que vamos a pé", sem qualquer sinal de irritação, confusão, ou ira.

Perry salta sobre o capô do carro, causando pânico em Doofenshmirtz. O ornitorrinco assume o carro com o controle remoto. Ao mesmo tempo, Candace percebe que o carro da mãe não está na garagem. Ela descobre que pode dedurar os meninos, mostrando que à sua mãe de fato que seu carro não está no local de origem. Agent P e Dr. Doofenshmirtz estão lutando em cima do carro enquanto ele passa por uma lavagem. Heinz perde a luta no final, e Perry aperta sem querer no botão em que faz com que o carro dispare para o espaço.

Depois Candace leva sua mãe à garagem, mas quando ela chega o carro está lá e ainda limpo. Linda fica feliz com os meninos e diz que ela gostou do que eles fizeram hoje. Enquanto isso Candace congela e não acredita que não flagrou seus irmãos.

Músicas
■Vai Phineas, Vai! cantada por Isabella e as Garotas Companheiras.

Informações Básicas
■Os locutores são os desenhos de Jeff "Swampy" Marsh e Dan Povenmire.
■Neste episódio os dentes de Doofenshmirtz são mostrados como se fossem afiados.
■O piloto Billy Ray é provavelmente um ator da Disney: "Billy Ray Cyrus" da série Hannan Montana.
■O número do carro de Phineas é 42, talvez seja uma referência à Guia do Mochileiro das Galáxias ou Juan Pablo Montoya.
■A musica Vai, Phineas, Vai é uma referência a Go, Speed, Go, do filme Speed Racer, tambem da Disney.

Erros
■Quando a câmera tira a foto de Candace, ela tem um rosto escuro e as mãos estão em seus lados, mas a imagem sai como se ela estivesse chocada.
■Dr. Doofenshmirtz acidentalmente aperta o inator, que reflete de alguma coisa e acerta o dirigível, liberando seu ar. Mas uma cena depois com Candace no guincho, aparece o dirigível flutuando normalmente.
■Antes da corrida, Isabella é mostrado em seu uniforme escoteira. Durante a corrida, e durante Vai Phineas ela se veste com seu vestido rosa.

Elenco
■Yan Gesteira como Phineas
■Gustavo Pereira como Ferb
■Flávia Fontenelle como Candace
■Tereza Cristina como Linda
■Samir Murad como Doofenshmirtz
■Carlos Seidl como Major Monograma
■Charles Emmanuel como Jeremy
■Bruna Laynes coomo Isabella

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Phineas E Ferb - 1x01B - Candace Perde a Cabeça



Temporada: 1ª Temporada
Código de Produção: 101B
Número da Produção: 02
Escrito Por: Jeff "Swampy" Marsh
Dan Povenmire
Martin Olson
Storyboards Por: Kyle Baker
Patrick Ventura
Dirigido Por: Dan Povenmire
Emparelhado Com: Montanha Russa

Neste episódio Candace faz seu aniversário de 15 anos e seus irmãos querem dar o melhor presente para ela. Enquanto isso Perry salva seu inimigo de morrer com a lava do núcleo da Terra.

Phineas acorda e vê no calendário que Candace faz aniversário hoje. Ele pretende criar um presente que sua irmã goste de verdade, e não o presente do ano passado: um gorila no bolo. Enquanto isso, Candace está sonhando que está em um musical com um bolo gigante e uma canção com o seu nome, Candace. Perry, de repente aparece no sonho e acorda-la. Ela o leva para baixo e ele cai em cima da mesa na frente de Phineas e Ferb. Lawrence diz que hoje como é seu aniversário eles vão ir a um lugar muito especial. Candace fica entusiasmada, mas quando ela descobre que não está indo ao shopping, mas sim no Monte Rushmore ela fecha a cara. Ela vê Jeremy no Mr. Cachorro Gelado e tenta conversar com ele. Como Phineas e Ferb começam a carregar ferramentas em direção ao monumento. Candace diz a ele que hoje é seu aniversário e vai embora atrás de seus irmãos. Isabella e as Garotas Companheiras vêem Linda na loja. Elas estão lá em uma viagem de campo. Linda diz a Isabella que Phineas está no monumento.
Agente P volta para casa para receber a sua missão, através de um tubo de viagens. Quando o Major Monograma informa a ele que Heinz Doofenshmirtz tem um novo plano dentro da cabeça de Lincoln ao Monte Rushmore, Agente de P fica chateado e volta para onde estava. No Monte Rushmore Candace começa sua busca por Phineas e Ferb. Um telescópio operado a moeda está no local e ela usa-lo para fritar os meninos, sua mãe não consegue ver, pois um chafariz é acionado e a água passa em frente a sua visão.

Phineas e Ferb começam a renovação e Perry se encontra com Dr. Doofenshmirtz, que explica que ele vai usar sua furadeira para cavar um túnel até a China. Ele cobrará uma alta tacha de dinheiro para as pessoa irem dos EUA até a China em pouco tempo. Quando o Dr. Doofenshmirtz sobe no-inator e foge, agente P persegue-o em seu próprio veículo de tunelamento.

Isabella encontra Phineas e pergunta o que ele está fazendo. Ele diz: "É uma surpresa". Isabella quer ajudar então ele diz que ela poderia ser uma vigia. Ela muito rapidamente sobe em uma árvore e começa a vigiar. Candace tenta pela segunda vez dedurar seus irmãos. Naquele momento, um espetor do parque vem por descobrir o que os meninos estão fazendo. Eles confirmam que são jovens demais para restaurar um momento nacional. Isso satisfaz o cara que vai embora. Quando a furadeira atinge a lava derretida no núcleo da Terra, Perry assume o controle da máquina e volta para o Monte Rushmore. A lava flui através do túnel de um equipamento de Perry e volta para eles.

De volta à superfície, Isabella soa o aviso de que Candace e sua mãe estão se aproximando. Phineas acelera os seus trabalhos de forma significativa, mas não é suficiente. Então ele diz para ela acionar o plano B. As meninas arrastam uma grande pintura do Monte Rushmore, em substituição ao ponto de vista, escondendo o trabalho que está acontecendo por trás dele. Lawrence liga para Linda e diz que ele finalmente encontrou uma brilhante vaga para estacionar o carro. Linda vai embora para comprar presentes.

Um pássaro voa para a pintura, derrubando-a. Phineas e Ferb puxam a cortina que cobria o monumento. A escultura do rosto deformado de Candace aparece.


Um toque final de Ferb com uma marreta na base do monumento e pronto, é revelado uma boa semelhança de Candace entre os presidentes. Candace fica tão feliz que vai chamar sua mãe para mostrar o seu presente. Nesta hora, a escavadeira sai do nariz da estátua de Candace, e cai no Geyser do Parque. Perry escapa antes do impacto, mas o Dr. Doofenshmirtz é arremessado para longe. A lava destrói a estátua de Candace. Phineas e Ferb comem cachorro quente com a ajuda da lava. Quando Linda chega aonde Candace está fica feliz de ver o monumento. Phineas pergunta se ela gostou do presente, ela simplismente vai embora sem dizer nada. Depois Ferb alega que isso foi melhor do que o gorila no bolo.

Créditos Finais
Candace vai descendo a escada desanimada por seu presente ter sido destruído até que Jeremy aparece e dá a ela um presente que eles estava paquerando na loja pelo seu aniversário, que são as cabeças do Monte Rushmore sobre molas. Mesmo que ela não tenha gostado disso antes, ela diz que adorou, Jeremy sai e dá parabéns pelo seu aniversário. Candace diz que "esse foi o melhor aniversário de todos", e Agente P desce com pára-quedas atrás dela.

Frases Tradicionais

Linha do "Meio Jovem"
Guarda do Parque: Com licença meninos, vocês não são um pouquinho jovens para restaurar o monumento nacional?
Phineas: Somos, pior que somos.
Guarda do Parque: Ah, é bom ver jovens cuidando do patrimonio nacional!

---------------------

Ué, Cadê o Perry?
Phineas: Peraí, cadê o Perry?

---------------------

Linha do Ferb
(Em referência ao presente de aniversário de Candace do ano passado.)
Ferb: É, foi muito melhor do que o gorila no bolo!

---------------------

O Que Está Fazendo?
Isabella: Oi Phineas, o que tá fazendo?
Phineas: É uma surpresa!
Isabella: Posso ajudar?
Phineas: Pode ser a sentinela!
Isabella: Então tá. (Ela corre para uma árvore e sobe nela, fazendo com que aves voem para fora.)

---------------------

Entrada de Perry Para o Covil
Perry entra em uma entrada secreta numa lata de lixo, fazendo uma viagem por tubos subterraneos para chegar ao covil. Ela se atrasa por alguns segundos para deixar o Agent R ir primeiro através de um cruzamento no tubo de viagens. Depois de Perry passar pelos tubos, ele sai por um arbusto de sua casa, ele entra por uma entrada secreta do lado de fora dela, chegando no covil. Depois de ter recebido a sua missão, ele repete todo o percurso.

---------------------

Eu Te Odeio!
Doofenshmirtz: Eu te pego, Perry o Ornitorrinco!

---------------------

O Passáro Que Bate Na Invenção de Phineas e Ferb
Ele vai voando para o "Plano B" da pintura, e bate nele, e isso faz com que ele derrube, revelando o verdadeiro Monte Rushmore.

Informações Básicas
■O aniversário de Candace é 11 de julho, que ocorre em uma sexta-feira neste episódio.
■Candace é alérgica aos produtos lácteos, como revela na música "Candace".
■Esse episódio tem a primeira aparição de Lawrence Fletcher.
■Esse episódio mostra que Isabella corre rápido.

Erros
■Quando Linda fala com Isabella na loja, Ginger está ao lado dela. Mas quando a câmera dá um zoom na Isabella, Ginger se mistura com as cores de Katie. E quando Isabella e as Garotas conversam com Linda, Isabella está vestindo seu uniforme. Quando ela se depara com Phineas e Ferb, ela está vestindo à sua roupa normal.
■Antes Doofenshmirtz entra no megaperfurador, a maçaneta da porta é horizontal, mas é vertical, com um recuo quando ele fecha a porta.
■Quando Isabella diz: "Ela já tá pertinho!", seus olhos estão pretos em vez de azuis.
■Nos créditos finais, quando este é um episódio completo, com vozes adicionais, Jeff "Swamp" Marsh é visto em vez de "Swampy".
■Arrivederci é na verdade italiano para o adeus, e não chinês.
■Quando Candace acorda e diz "Perry?" ela está usando sua roupa normal em vez de seu pijama. ■No final da música Candace, as bocas dos cantores de fundo não se movem.
■Quando Perry sai da lata de lixo, seus olhos aparecem brevemente azuis.
■No iníciodo episódio, quando Phineas acorda, ele tem dois travesseiros, mas depois que ele joga um no Ferb, ele não tem nenhum.
■No episódio dublado em Português do Brasil, Jeremy chama Candace de "Candice".

Alusões
■RMS Titanic - Quando a lava atravessa o monumento do rosto de Candace, uma orquestra começa a tocar quando ocorre o desastre. A banda do transatlântico Titanci tocava música para manter os passageiros a calma durante a evacuação depois do navio atingir um iceberg.
■Superman - Perry desce em linha reta para debaixo na terra, como o personagem principal fez no filme Superman.
■Metal Slug 3 - O megaperfurador se parece com o perfurador de Slug em Metal Slug 3.

Elenco
■Yan Gesteira como Phineas
■Gustavo Pereira como Ferb
■Flávia Fontenelle como Candace
■Tereza Cristina como Linda
■Mário Cardoso como Lawrence
■Samir Murad como Doofenshmirtz
■Bruna Laynes como Isabella
■Carlos Seidl como Major Monograma

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Phineas e Ferb - 1 x 01A - Motanha Russa



Temporada: 1ª Temporada
Código de Produção: 101A
Número da Produção: 01
Escrito Por: Dan Povenmire
Jeff "Swampy" Marsh
Storyboards Por: Dan Povenmire
Jeff "Swampy" Marsh
Dirigido Por: Dan Povenmire
Emparelhado Com: Candace Perde a Cabeça

Esse é o primeiro episódio da série, nele Phineas e Ferb constroem uma montanha russa. E o Dr.Doofenshmirtz tenta salvar sua vida de um projeto que não deu certo.

O episódio começa com Phineas e Ferb sentados perto de uma árvore, pensando no que fazer. Phineas percebe que eles estarão de volta as aulas em breve eles e terão de dizer o que fizeram durante suas férias de verão. Ele sente que o seu tempo livre deve ser emocionante, como uma montanha- russa. Linda vai fazer compras, assim Candace está no cargo de cuidar dos irmãos. Phineas odeia o tédio. Então ele e Ferb começam a criar alguns projetos com objetivo de criar uma montanha russa de verdade.

Enquanto Candace fala no telefone com Stacy sobre ir ao shopping e ver o Jeremy os dois irmãos levam os equipamentos para a montanha russa. Depois do aviso de Stace no telefone sobre uma montanha russa Candace sai de casa em direção ao quintal e toma um susto em ver a montanha- russa.

Perry recebe a notícia de Major Monograma sobre o Dr. Doofenshmirtz, ele teria comprado toneladas de alumínio. Um ornitorrinco nomal como todos pensão vira Agente P.

Isabella chega na casa dos meninos e pergunta "Oi Phineas, o que você tá fazendo?" (isso com olhos de coração). Phineas diz que está construindo uma montanha- russa.

Candace vai até o super mercado para tentar avisar a sua mãe sobre a montanha russa. Linda não da muita atenção. Ela acha que Phineas é um pouco jovem para ser um engenheiro de montanha-russa.
Perto dali, Perry vai até a Impressa do Malvado Doofenshmirtz. Após Doof prender se inimigo ele explica seu plano maligno. Ele pretende mover a costa oriental (agora coberto por papel alumínio) para o Ocidente através de um "magnetismo de lupa", que irá inverter a rotação da Terra. Enquanto Doofenshmirtz fala, agente P tenta libertar-se dos braços do robô mas depois nota um parafuso no chão a seus pés. Olhando ao redor, ele calcula um plano.

Phineas, Ferb, Isabella e outras crianças do bairro entram na montanha-russa. Phineas passa pela cidade de Danville e até pela França! Passam pela Impressa do Malvado Doofenshmirtz, mergulham num balde de lama. Felizmente, a próxima seção inclui uma viagem através de uma lavagem de carro. Agente P usa a sua cauda para lançar o parafuso contra Doofenshmirtz e consegue se livrar da armadilha. O plano de Doof da errado e todas as toneladas de alumínio se voltam contra ele e Perry. Na loja, Candace e sua mãe estão no caixa quando Candace ouve a montanha passando. Ela vê a pista da montanha-russa no parque de estacionamento e volta para conseguir avisar a sua mãe.

O Agente P ajuda Doofenshmirtz na tentativa de mover a lupa, mas ao ver que isso não vai dar certo ele conecta o ímã num helicóptero, fazendo com que o ímã salve ele e não deixe a mãe ver a montanha-russa. Dr. Doofenshmirtz está feliz em ser salvo, mas como ele não foi junto do inimigo o alumínio joga ele longe.

Candace e Linda voltam rapidamente para casa com esperança de ver o quintal vazio. Perry cai na montanha russa que pega um enorme impulso para o universo e cai no quintal. Linda volta para casa e vê os meninos encostados na árvore como se nada tivesse acontecido.

-------------------------

Frases Tradicionais

Linha do "Meio Jovem"
Linda: Candace sério, Phineas não é muito novo pra ser engenheiro de montanha russa?
(A cena vai para uma fábrica)
Gerente da fábrica: Você não é meio novo para ser engenheiro de montanha russa?
Phineas: Sou, pior que sou!
Gerente da fábrica: ...Ah, eu estou mesmo impressioando. Os formulários estão em ordem, embora eu nunca tenha visto um escrito à lápis. Então se eu puder fazer alguma coisa, qualquer coisa, é só pedir.
Phineas: Pode me emprestar uma daquelas coisas?

-------------------------

Já Sei o Que Vamos Fazer Hoje!
Phineas: E aí Ferb, o que quer fazer hoje?
(Ferb levanta os ombros)
Phineas: Tá, e o Perry? O que ele quer fazer?
(Perry faz o seu ruído)
Phineas: Ele é um ornitorrinco, não é muito esperto. Eu tô começando a ficar entediado, e tédio é uma coisa que eu não consigo aturar! A primeira coisa que perguntam na volta às aulas é "o que fizemos nas férias?". A gente ficou três meses sem aula. A vida devia ser uma montanha russa! Mas uma montanha russa super legal, não como aquela que tem no parquinho.
(Vem o flashback de Phineas e Ferb na montanha-russa. ela sobe alguns metros e depois cai e faz parada rápida)
Trabalhador do parquinho: Saiam pela esquerda
(O flashback termina)
Phineas: Que coisa sem graça. Se eu construísse uma montanha-russa... É isso! Já sei o que vamos fazer hoje!

-------------------------

Ué, Cadê o Perry?
Isabella: Eu estava indo à piscina, topa ir nadar?
Phineas: Não vai dar não, eu tô meio ocupado.
Isabella: Ah, tá. Então a gente se vê depois.
Phineas: Tá legal. Ô Ferb, tem rebites suficientes aí?
(Ferb mostra que ele têm alguns rebites)
Phineas: Aí, onde é que tá o Perry?

-------------------------

Linha do Ferb
(Em referência ao Perry!)
Ferb: São os únicos mamíferos que põe ovos!

-------------------------

O Que Está Fazendo?
Isabella: (Com corações nos olhos) Oi Phineas.
Phineas: Oi Isabella.
Isabella: O que tá fazendo?
Phineas: Uma montanha russa!
Isabella: No seu quintal?
Phineas: É isso aí.
Isabella: Puxa, isso não é meio impossível?
Phineas: Tem gente que acha.

-------------------------

Entrada de Perry Para o Covil
Perry entra por uma porta secreta do lado de fora da casa

O Passáro Que Bate na Invenção de Phineas e Ferb
Quando a montanha-russa é mostrada pela primeira vez, ele bate no topo e cai

Jingle do Mal
Não há jingle nesse episódio, a câmera mostra a invenção de Phineas e Ferb e depois dá um zoom e mostra mais de perto, a empresa do Dr. Doofenshmirtz.

Informações Básicas
■O funcionário do Mr. Cachorro Gelado que fica na floresta não é especificamente identificado como Jeremy, mas tem uma forte semelhança com ele. É possível que ele seja Jeremy, porque, na América Latina versão em espanhol deste episódio, o funcionário fala com a voz de Jeremy.
■Esse episódio por ser o primeiro é homenagiado em A Máquina do Tempo e Montanha Russa: O Musical.

Erros
■Antes da inauguração da montanha-russa, Katie e Ginger são vistos por trás dela, elas têm suas boinas, mas quando elas são vistos de frente, elas não são usadas. Katie também está usando um cinto.

Elenco
■Yan Gesteira como Phineas
■Gustavo Pereira como Ferb
■Flávia Fontenelle como Candace
■Tereza Cristina como Linda
■Samir Murad como Doofenshmirtz
■Carlos Seidl como Major Monograma
■Dee Bradley Baker como Perry
■Charles Emmanuel como Jeremy
■Bruna Laynes como Isabella

terça-feira, 5 de julho de 2011

Nurse Jackie - 3x04 - Mitten

Jackie está na função de esconder comprimidos pela casa (ao som de Grounds For Divorce, que tocou nas promos da sexta temporada de House, lembram?).

O'Hara está se acertando com Jackie e decide ficar no hospital. Ainda mais depois que ela é nomeada chefe do PS. Cooper, como era de se esperar, não aceita a situação e fica cheio de mimimi, tentando provar que merece o cargo mais que a colega.

Kevin faz um churrasco e convida Eddie, que ele quer apresentar à sua irmã. Jackie não gosta muito da ideia, mas o show tem que continuar.


terça-feira, 28 de junho de 2011

Doctor Who 2005 - 6x03 - "The Curse of the Black Spot"

  A TARDIS segue um sinal de socorro, e vai parar em um navio pirata do século XVII, parado no meio de um oceano calmo e sem ventos. A tripulação está sendo atormentada por uma sereia. Cada um que se fere na tripulação, recebe uma mancha na palma da mão, e a sereia vem atrás dele, para o levar consigo. Seu canto induz as vítimas a um transe hipnótico, levando-os com ela e aparentemente desintegrando-os. Rory se corta durante uma luta com os piratas, tem uma mancha na palma da mão, mas não sucumbe à sereia graças à ação de sua esposa, Amy, e do Doutor. E como ele não resiste a um mistério...
  Supondo que a sereia está usando a água como um portal, o Doutor instrui todos a buscar refúgio no paiol do navio, o ponto mais seco de todos. Lá, eles encontram Toby Avery, filho do capitão, Henry Avery (aliás, personagem histórico verdadeiro, pode clicar aí do lado se vocês quiserem saber dele), que embarcou como clandestino após a morte da sua mãe, apesar dele não saber dos negócios ilícitos (o que é um eufemismo) do seu pai. Ele também tem uma mancha negra na mão, por ser vítima de febre. Numa tentativa de escapar, o Doutor e o Capitão entram no TARDIS, mas a encontram agindo atropeladamente, e são forçados a abandonar a nave antes dela se desmaterializar por si mesma. Nisso, a sereia leva mais um, e numa sala seca. O Doutor conclui que ela usa os reflexos para aparecer. Assim, ele resolve livrar o navio de todos as superfícies reflexivas, incluindo o tesouro roubado de um marajá indiano.
  Começa uma tempestade, e todos se animam, pois teremos vento. Nisso, Toby deixa cair uma coroa polida, ao levar um casaco para seu pai. A sereia surge e pega Toby. Logo, Rory cai no mar, e o Doutor intui que a sereia tem mostrado inteligência, e não vai deixar ninguém morrer. Ela salvará Rory. Baseado nisso, o Doutor convence o Capitão Avery e Amy a se ferirem, para atrairem a sereia. As suspeitas são confirmadas quando vemos que o toque da sereia não os desintegra, mas os transporta para uma nave alienígena, no mesmo ponto onde está o navio pirata, mas invisível a olho nu.
  O Doutor descobre que os tripulantes da nave estão mortos há muito tempo devido à exposição a um vírus humano. O trio descobre uma enfermaria, onde toda a tripulação pirata está. E lá eles encontram Rory e Toby também. descobre uma enfermaria, onde toda a tripulação pirata está. E lá eles encontram Rory e Toby também. A sereia na verdade é o programa médico de emergência da nave (ei, Doutor da USS Voyager, isso te lembra alguma coisa, não?), que está cuidando dos feridos; as manchas negras são amostras de tecido usadas como referência. Amy convence a sereia a libertar Rory, sob a condição de que ela iria cuidar dele. Ele é tirado do sistema de suporte de vida, mas com o seu conhecimento de enfermagem, é possível salvá-lo. E é claro, ele passa umas dicas antes. Enquanto isso, Avery decide ficar com seu filho e sua tripulação, já que ele não pode voltar à Inglaterra, e a nave cuida da sua tripulação. O episódio fecha com ele pegando o controle da nave, e com seu filho e sua tripulação, navega pelo espaço sideral.

Opinião sincera? Episódio "nhé". Bem mais ou menos, o sumiço da TARDIS não é bem explicado, algumas coisas ficaram confusas, e a história se resolveu nos 10 minutos finais, o que eu achei corrido demais. Muito vai-e-vem, um pouco de clichê... Ah, ouça o Universo Who Podcast #19 que você vai entender. Vamos às curiosidades:
  • Henry Avery existiu, e foi citado no arco da 4a temporada (1966) The Smugglers, que lida com a busca pelo "tesouro de Avery". 
  • Mesmo sendo de outro autor (Stephen Thompson, e não Steven Moffat), alguns pontos dos 2 episódios anteriores são mantidos: Rory e Amy mostram preocupação com a morte futura do Doutor; a Mulher do Tapa-Olho aparece para Amy novamente; o Doutor usa o scanner da TARDIS para fazer um teste de gravidez em Amy, que continua inconclusivo.
  • Hugh Bonneville, o Capitão Henry Avery foi anunciado em janeiro de 2011 como participante da 6a temporada de Doctor Who. Matt Smith e Karen Gillan disseram que trabalhar com ele foi "muito divertido". O mesmo trabalhou em audiodramas do Sétimo Doutor (Sylvester McCoy).
  • Lily Cole, a sereia, foi escolhida por ser bela, notável e de alguma forma... Assustadora. Ela é modelo e atriz.
  • Os produtores quiseram fazer um episódio que fosse "em alto mar".
  • O episódio também serviu para que o Doutor e os seus companheiros (Amy e Rory) relaxassem e se divertissem.
  • Os produtores tentaram entupir o episódio do maior número de referências a piratas que fosse possível. Logo, temos tesouro, motim, um garoto viajando como clandestino, caminhar na prancha, tempestades, espadas e um pirata de bom coração que não é realmente mau.
  • Mas Arthur Darvill (Rory) notou que faltou uma referência a piratas: Um papagaio!
  • Esse episódio foi planejado para ser o nono da 6a temporada, mas a ordem de produção foi trocada, como podemos notar.
  • Filmagens feitas em Cornwall e nos Upper Boat Studios, no País de Gales. O exterior do navio pirata foi filmado numa doca em Cornwall, e os decks inferiores são de um set no estúdio.
  • O principal desafio de filmar na doca era fazer com que ela não fosse vista. Por isso o nevoeiro, que custou 15.000 litros de água, e o uso de máquinas de vento e de chuva.
  • Para não correr o risco de ganharem um resfriado, todo mundo tinha roupas secas por baixo das roupas usadas. 
  • As cenas em que Cole apareceu a bordo do navio foram feitas usando um cabo como se ela estivesse voando
  • Como ela usava maquiagem verde e roupas verdes, a tela verde foi trocada por uma tela azul.
  • Já Karen Gillian se divertiu fazendo Amy lutando contra piratas com espadas, teve algumas lições sobre como manipular uma.
  • A enfermaria também foi feita num estúdio. O problema é que as camas estavam atadas ao teto por cordas finas, o que significa: Não mexam nenhum músculo, se possível. Nem respirem fundo, se puderem.
Bem, é isso. E agora vem o episódio mais aguardado dessa temporada, um dos melhores episódios para atrair fãs novos... Por que ele é escrito por nada mais, nada menos do que Neil Gaiman. Então, vamos vê-lo e curtir. E voltamos semana que vem. Até mais, e... Gerônimo!

terça-feira, 21 de junho de 2011

Doctor Who 2005 - 6x02 - "Day of the Moon"

  Passam-se três meses desde o fim do episódio passado, e o Doutor, Amy, Rory e River Song tentam rastrear os Silences. Canton Delaware captura-os, um a um. Aliás, para ser bem exato, o episódio começa com Amy fugindo num deserto e sendo MORTA por Canton. Rory é MORTO no alto de uma barragem, e River Song se atira do alto de um prédio. O Doutor está preso, barbudo (!) e cabeludo (!!) numa prisão especial na famosa Área 51, onde está a TARDIS. Os corpos do casal companheiro são trazidos, e uma prisão, feita de núcleo de uma estrela anã (o material mais denso do Universo) é feita ao redor do Doutor. Só que aí vem uma virada no roteiro (ou "plot twist", como queiram, embora eu odeie o termo): Eles estão vivos, e Canton fez isso para despistar os Silences. Quando eles partem com a TARDIS, eles vão lá buscar a River Song, e o Doutor grita para Amy: "Abra as portas da sala da piscina". Sim, River cai dentro da piscina, o que rende muitas gargalhadas e o fim da eventual chapinha que ela tenha feito para o episódio.
  Continuando... Eles não sabem o nome ou motivação dessa raça, mas sabem-se que eles existem por todo o planeta, e colocam sugestões pós-hipnóticas nos humanos que encontram com eles. O Doutor coloca um dispositivo de comunicação na mão de cada um do grupo, para gravar o áudio de encontros que eles tiveram com os Silences, e vão até Cabo Canaveral pouco antes do lançamento da Apollo 11, Amy diz ao Doutor que ela estava errada e não estava grávida.
  Enquanto o Doutor altera parte do módulo de comando da Apollo 11, Canton e Amy visitam um orfanato por perto, esperando descobrir de onde a menina na roupa de astronauta veio. Inscrições nas paredes sugerem que o local é abandonado, e a imagem que temos é aterrorizante, além do diretor do orfanato, que está mentalmente perturbado. Amy descobre um ninho dos Silences, e uma foto dela com um bebê no colo, no meio de fotos dessa garotinha. A menina entra junto com os Silence, e Amy é abduzida e levada para a sala de controle do seu equipamento temporal (aquela mesma, que falamos no episódio passado). O Doutor chega muito tarde para ajudá-la, achando o seu gravador, e Rory ainda consegue ouví-la confessando o seu amor por alguém do grupo (e o Rory ainda acha que ela ama o Doutor e não a ele, ô homi inseguro, sô!) Canton consegue atirar e ferir uma das criaturas, e finalmente o Doutor descobre que eles são os Silences. Até então, só nós, da audiência, sabíamos. Mas eles não.
  Analisando a roupa de astronauta vazia, River descobre que a menina é incrivelmente forte, para poder ter forçado a sua saída da roupa, e o sistema de suporte de vida da roupa conectou-a à pessoa mais poderosa da Terra quando ela estava com medo. E esse era o Presidente Nixon. O Doutor entende porque os Silences estão controlando a humanidade - dessa forma eles começaram a Corrida Espacial, fizeram roupas de astronautas, que devem ser úteis para os seus propósitos. Canton interroga o Silence capturado na prisão da Área 51, que fala com desdém da humanidade por preservá-lo vivo, quando eles deveriam "matar a todos quando vissem". Canton grava esse vídeo usando o celular de Amy.
  O Doutor usa o chip de comunicação de Amy para rastrear a sua localização, e chega com a TARDIS na sala de controle dos Silences 5 dias depois (sempre atrasado...). O Doutor mostra a todos a transmissão ao vivo do pouso na Lua, e enquanto todo o mundo assiste, ele usa a modificação que fez no módulo de controle da Apollo XI para transmitir o vídeo feito por Canton com o celular de Amy. Ou seja... Carnificina de Silences liberada a torto e a direito! U-hu, até eu gostaria de ter uma arma de fogo numa hora dessas. O grupo liberta Amy e vai embora com a TARDIS, mas não sem antes River matar todos os Silences na sala de controle (ela é um terror com armas, lembram-se?) Amy mais uma vez reafirma a Rory que ela o ama, e não o Doutor. Ele é amigo dela, mas Rory é o amor da vida dela (que bonitinho).
  River recusa-se a viajar com o Doutor, e volta à prisão de Stormcage para manter uma promessa. Ela dá um beijo de despedida no Doutor, e como o Doutor nunca a beijou antes, deduzimos que esse será o último beijo trocado entre eles. Na TARDIS, Amy não consegue lembrar-se da sua foto vista no orfanato, e disse que ela falou para o Doutor que ela estava grávida porque ela temia que viajar na TARDIS afetaria o crescimento do seu filho. Após, o Doutor passa um scanner (discretamente) em Amy, para determinar se ela está grávida. E o scanner alterna entre sim e não.
  No final, 6 meses depois, um mendigo em Nova York vê a garotinha que falamos o episódio todo. Ela diz que está morrendo, mas que pode resolver isso. E ela regenera. E o episódio acaba. E eu gritei um palavrão, impronunciável nessa resenha de família.


PQP, que episódio estrondoso. Eu pulei da cadeira com a sequência inicial, que é vibrante. E como sempre, Moffat resolve um problema com uma maneira bem simples, que é transmitir a confissão do Silence para todo o planeta. E aí começa a chacina autorizada dos Silences.

E as dúvidas continuam: Quem é a garotinha? Por que há fotos de Amy com um bebê no colo, no quarto dela no orfanato? Ela está realmente grávida? Como tudo isso se conecta? E River Song nessa história toda? Bem... Sem teorias. Vamos ver onde isso vai dar. Vamos às curiosidades.
  • A máquina dos Silence é idêntica à que vimos em "The Lodger". O Doutor a descreve como "muito Aickman Road", uma referência à casa que a nave estacionou sobre, nesse episódio.
  • Quando o Silence revela o seu nome ao Doutor, ele tem flash-backs dos episódios "The Eleventh Hour" e "The Vampires of Venice", os primeiros em que eles foram citados, na 5a temporada.
  • O Doutor foi detido na Área 51, onde o Décimo Doutor esteve, na animação Dreamland.
  • O Doutor e Rory discutem sobre estarem presentes na queda de Roma. Rory, como um Auton, guardou a Pandorica por todos esse tempo (conforme vimos em "The Big Bang", e o Primeiro Doutor (William Hartnell) indiretamente instigou o Grande Incêndio de Roma no episódio The Romans.
  • A "Mulher com um Tapa-Olho" (Frances Barber) surge pela primeira vez nesse episódio, e ainda será vista em outros episódios da temporada. No 6o episódio, veremos a sua conexão com Amy (aguardemmmmm).
  • O Doutor é detido numa prisão feita com "liga metálica de equilíbrio zero de estrela anã", o material mais denso do Universo". Essa liga apareceu na 18a temporada, na época do Quarto Doutor (Tom Baker).
  • O Presidente Nixon pergunta ao Doutor se ele será lembrado pelas gerações futuras. O Doutor chama Nixon pelo seu apelido, "Tricky Dicky", e diz que os americanos jamais o esquecerão (escândalo Watergate).
  • O Doutor manda ele dar um "alô" para David Frost por ele. Frost é um jornalista britânico que realizou uma série de entrevistas com Nixon, após a sua renúncia.
  • A cena onde Amy é perseguida é no Vale dos Deuses, em Utah. Karen Gillan disse ter dificuldade para correr por causa da altitude.
  • A cena onde Rory é morto é na Glen Canyon Dam, no Arizona, e foi a última cena filmada nos EUA.
  • A cena onde River se atira pela janela, que parece Nova York, é na verdade em Cardiff. E sim, usaram uma dublê. 
  • A "Área 51" foi na verdade um hangar desocupado no País de Gales.
  • As máscaras dos Silences atrapalham os atores para ver algo, e eles acabam sendo guiados por duas pessoas quando precisam caminhar. As vozes são inseridas depois, em pós-produção.
  • O ator que faz o mendigo (Ricky Fearon) apareceu no episódio da 2a temporada de Torchwood chamado "To the Last Man". 
Então é isso, começou a temporada e a gente está aflito para ver no que vai dar. Na semana que vem... Piratas. Sim, piratas da perna-de-pau, do olho-de-vidro e da cara de mau. E ainda tem coisas de outro mundo. Ah, vejam lá. Até lá... Gerônimo!

    terça-feira, 14 de junho de 2011

    Doctor Who 2005 - 6x01 - "The Impossible Astronaut"

      No início do episódio, vemos o Doutor fazendo diversas estripulias ao longo do tempo (como esconder-se debaixo de uma saia de uma nobre francesa - acho, e aparecer numa cena de um filme de "O Gordo e o Magro"), e vivendo 1001 aventuras (como diriam na "Sessão da Tarde"). Mas volta-se a Rory e Amy vivendo a sua vida de casados, após terem dado uma pausa de 2 meses nas viagens com o Doutor. Até que eles recebem um envelope azul pela caixa do correio, e esse envelope tem um tom de azul que é exatamente igual ao tom de azul da TARDIS. Esse envelope contém um papel (azul) com uma data, uma hora e um conjunto de coordenadas. E essas coordenadas os levam ao estado norte-americano de Utah. Lá eles chegam, e encontram a nossa arqueóloga de cabelo rebelde favorita, Dra. River Song, que também recebeu um envelope. Finalmente chega o Doutor, com um chapéu de vaqueiro (um Stetson) que é tirado da sua cabeça por uma bala disparada por River Song. Eles se confraternizam, e o Doutor, em um dado momento da conversa, declara que tem 1103 anos de idade (aproximadamente 200 anos amais do que a última vez em que eles o viram). O seu semblante está mais envelhecido, seu olhar, mas tranquilo... E ele os leva para um piquenique em um lago próximo, falando que levará-os para uma viagem até o "Espaço 1969".
      Amy vê ao longe uma figura misteriosa, mas logo esquece dela quando olha para outra direção. Posteriormente, alguém vestindo uma roupa de astronauta emerge do lago. O Doutor vai até ela, mas não sem antes avisar aos seus companheiros que eles não devem interferir. Todos ficam a uma certa distância, e entram em pânico quando o astronauta atira contra o Doutor. Ele começa a se regenerar, mas o "homem do espaço" atira novamente, e o Doutor MORRE. Sim, O DOUTOR MORRE. Amy chora, River Song se desespera, Rory fica chocado... E a gente também. Um homem idoso se aproxima, e se apresenta como Canton Everett Delaware III. Ele também recebeu um envelope azul, e diz que recebeu instruções para trazer um garrafão de gasolina. O corpo do Doutor é cremado, num típico funeral Viking (embora ele não fosse viking, mas... Não seria bom os humanos porem as mãos no corpo de um Senhor do Tempo falecido).
      Canton se despede, e eles vão, arrasados, até um restaurante de beira de estrada. Lá eles encontram o Doutor, 200 anos mais jovem, caminhando despreocupadamente. Ele também recebeu um envelope, sem saber quem enviou a ele. Depois de muita discussão, Amy, Rory e River decidem não falar nada para o Doutor da sua morte, ou que quem enviou o envelope foi o seu eu do futuro. Os quatro fazem uma busca por Canton Delaware e "Espaço 1969", e a TARDIS materializa-se camuflada no Salão Oval, onde vemos o Presidente Richard Nixon conversa com Canton Delaware III sobre uma série de telefonemas que ele recebe de uma garotinha assustada, pedindo ajuda. O Doutor conquista a confiança de Delaware, e convence Nixon a dar-lhe alguns minutos para localizar a menina.
      Enquanto o Doutor trabalha, Amy vê a figura misteriosa (que ela viu em 2011) novamente, e pede licença para ir ao banheiro. Lá, a figura, um membro da raça conhecida como o Silêncio (chamarei-os de Silences, para facilitar) espera por ela e destrói uma mulher inocente, apesar de Amy pedir pela vida dela. Logo entendemos (e Amy também) que os Silences apagam a si mesmos da memória dos seres humanos que encontram com eles, Amy puxa o celular dela e tira uma foto dele. Quando ela sai, ela esquece que o viu. Enquanto isso, o Doutor acha a localização da jovem em perigo: Um prédio próximo a Cabo Canaveral, Flórida, na interseção de três ruas, com nomes de presidentes americanos: Jefferson, Adams, e Hamilton. Por isso ela ligava para o presidente de então, Nixon. O Doutor e seus companheiros pegam a TARDIS e vão até lá, junto com um Canton Delaware muito curioso.
      Ao chegarem, eles encontram pedaços de uma roupa de astronauta, e tecnologia alienígena. River e Rory exploram uma vasta rede de túneis, que aparentemente espalham-se por todo o planeta, construído ao longo de centenas de anos, mas que sempre passou desapercebido pelos humanos. Ambos encontram uma sala de controle cujo design é muito parecido com a sala de controle que vimos no episódio da 5a temporada chamado "The Lodger", mas não se dão conta de que estão cercados pelos Silences. Enquanto isso, Delaware ouve um grito de uma menina, e corre na direção do grito. Amy e o Doutor os seguem, e ela para o Doutor para dizer algo que não tem muito a ver com o momento, mas vá lá... Ela está grávida. Rory é rápido, não? Quando eles chegam, Delaware está desacordado, e chega um astronauta. Sem pensar, Amy pega a arma de Canton e atira no astronauta. Mas ela vê depois que quem está dentro daquela roupa é a menina que gritou.

    E começa aqui a 6a temporada de Doctor Who, logo com momentos dignos de evaporar cérebros, explodir cabeças, derreter mentes ou a melhor opção que você tiver para dizer nesse momento: O Doutor morreu, voltou à vida, Amy está grávida, não sabemos quem é a garotinha... E estamos cheios de dúvidas. Se você quiser saber o que a gente sabia no momento em que vimos esse episódio, sugiro que você vá até o Universo Who e baixe o podcast no. 17 e ouça, vocês irão se deliciar... Ou não. E o que tem de teoria... Eu, pelo menos, não estou fazendo muitas, prefiro ser surpreendido. E o diálogo de Nixon com Canton é ótimo:

    - Nixon: "Bem, o senhor sabe que não fostes a minha primeira opção para essa missão."
    - Canton: "Tudo bem, o senhor não foi a minha primeira opção como presidente..."

    Bem, vamos às curiosidades? E tem muitas:
    • É fato de que a BBC agora quer fazer com que Doctor Who torne-se popular nos Estados Unidos, e nada melhor do que um episódio centrado no país da América do Norte, trazendo inúmeros elementos da sua cultura como: o restaurante de beira de estrada, o Stetson, o ônibus escolar amarelo, o carro (um Edsel Villager), entre outros. Também foi trazido elementos da história recente dos EUA, como a ida do homem à Lua. A BBC America agora exibe o episódio nos EUA simultaneamente ao Reino Unido, e espero que a audiência seja boa por lá também.
    • O episódio amarra-se ao arco da 5a temporada, chamado o "Silêncio vai cair". Dispensável dizer que quem é o Silêncio agora, né? O primeiro episódio onde essa fala é citada, é no 1o episódio da 5a temporada, "The Eleventh Hour", e repetida ao longo da temporada. Steven Moffat não explicou quem é o Silêncio, mesmo quando a temporada terminou, o que é um fato inédito em Doctor Who: Pela primeira vez um mistério passa de uma temporada para outra, quebrando o paradigma de que cada temporada é auto-contida (as temporadas do Russell T. Davies são auto-contidas sim, só que pontas foram soltas para que fossem resolvidas em outras temporadas. Não foi um mistério grande). 
    • River Song fala para Rory que ela e o Doutor estão viajando pelo tempo em "direções opostas". Ela fala que chegará o dia em que "ele olhará nos meus olhos, e não terá a menor ideia de quem eu sou. E eu acho que isso irá me matar". Vale lembrar que na 4a temporada, o Décimo Doutor encontrou com River Song pela primeira vez (pela perspectiva dele) ou pela última vez (pela perspectiva dela). No final do episódio duplo "Silence in the Library/Forest of the Dead" (escrito por Steven Moffat), ela morre mas a sua consciência é preservada dentro do computador da Biblioteca.
    • A TARDIS já ficou invisível outras vezes, mas por causa de defeito no seu estabilizador visual. Isso ocorreu com o Segundo Doutor (Patrick Troughton)
    • Quando Canton sai da TARDIS, o Doutor fala a ele "Coração valente, Canton". O Quinto Doutor (Peter Davidson) falava a mesma coisa para o companheiro Tegan, "Coração valente, Tegan."
    • Quando Amy pede ao Doutor mais jovem para acreditar nela, ele pergunta a ela se ela pode jutar sobre algo que realmente importa. Ela pensa, sorri e responde: "Pedaços de peixe e maizena", que são eventos do primeiro episódio da 5a temporada "The Eleventh Hour", quando Amy e o Doutor se encontram pela primeira vez, e ela ainda é chamada de Amelia e tem 7 anos.
    • Em 25 de março de 2011, uma cena foi divulgada, como prequel da temporada. Nela, Nixon recebe o telefonema da garotinha, que pede que ele olhe para trás, e ele pergunta a ela como conseguiu o seu número. Ela diz que o "homem do espaço" deu a ela. Ela fala de monstros, e ele diz: "Senhorita, não há monstros no Salão Oval". Ele desliga, senta-se e atrás dele vemos um ser vivo, fora de foco.
    • Moffat decidiu começar com um episódio duplo para aumentar a gravidade dos fatos, e ampliar o escopo da trama, assim como fazer alguns dos episódios mais obscuros da temporada.
    • "The Impossible Astronaut" e "Day of the Moon" são o primeiro caso de um episódio duplo abrir a temporada desde a temporada de 1985, com o Sexto Doutor (Colin Baker).
    • No Doctor Who Confidential, Moffat declarou que esse é um dos mais sombrios da temporada, mas mesmo assim continua o humor (ele tem origem em programas de humor, caso alguém ainda não saiba). 
    • Segundo Moffat, mostrar a morte do Doutor é mostrar que os Senhores do Tempo não são invencíveis, mas podem morrer se forem executados durante a regeneração.
    • Os Silences são novos vilões, que rivalizam com os antigos em termos de "causar medo nas pessoas". 
    • Ah, os Silences foram inspirados na imagem do quadro de Edvard Munch,chamado O Grito.
    • Mark Sheppard, que eu lembrava de vê-lo como o advogado de Gaius Baltar em Battlestar Galactica, mas fez também aparições em Firefly, Supernatural e Warehouse 13, foi anunciado em outubro de 2010 como alguém que apareceria na série. E ele foi Canton Delaware III. 
    • O mesmo Mark Sheppard disse que ser Canton é um "emprego dos sonhos", e que adoraria aparecer em outra produção de Moffat, no caso Sherlock.
    • Apesar de Mark Sheppard ser inglês, é a primeira vez em que ele aparece numa produção britânica. 
    • E quem faz o Canton Delaware III em 2011 é o pai de Mark Sheppard, William Morgan Sheppard, por sugestão do filho. 
    • Stuart Milligan, que faz o presidente Nixon, é americano e gostou muito de ter feito o papel. Ah, ele fez a voz do Coronel Stark na animação de Doctor Who chamada "Dreamland".
    • Stuart Milligan colocou um monte de próteses (como o narigão, as orelhas e as bochechas de buldogue de Nixon), e ele já foi outros presidentes americanos em produções para a TV, como Dwight D. Eisenhower. Ele tentou imitar o jeito de Nixon de falar, mas achou muito difícil, dado que ele usava dentes falsos também.
    • O episódio duplo foi rodado em locações nos EUA. No passado (como o filme de 1996), houve cenas rodadas no Canadá, ou filmagens feitas pela segunda unidade de produção em Nova York e na Estátua da Liberdade (como no episódio da 3a temporada "Daleks in Manhatan").
    • A roupa de astronauta é uma réplica da roupa usada pelos astronautas da Apollo XI, feita para o episódio. É à prova de água. 
    • Karen Gillian não fingiu quando viu o Doutor ser morto. Ela se desesperou mesmo.
    • O Salão Oval foi replicado nos mínimos detalhes, nos Upper Boat Studios no Pais de Gales. O restaurante americano existe, e está localizado na Baía de Cardiff, País de Gales.
    • O filme de O Gordo e o Magro, The Flying Deuces, teve o Doutor inserido artificiamente com Matt Smith dançando em frente a uma tela verde.
    • O episódio inicia homenageando Elisabeth Sladen, a eterna companheira querida do Doutor, Sarah Jane Smith (e que protagonizou um spin-off de Doctor Who, The Sarah Jane Adventures), falecida na mesma semana, vítima de um câncer. 
    • Nos EUA, esse episódio bateu o recorde de audiência da BBC America, com 1,7 milhão de espectadores. No Reino Unido, 8,87 milhões o viram. 
    •  
    Chega de falatório, e vamos para a segunda parte, que ainda é mais explosiva do que a primeira. Duvida? Bem, o episódio começa com mais 3 mortes, não só a do Doutor. E vemos a Àrea 51, Nixon novamente, a garotinha... Ah, espera aí que eu volto na semana que vem. Gerônimo!

    terça-feira, 7 de junho de 2011

    Doctor Who 2005 - 6x01/2 "Space" e "Time"

    "Space" e "Time" são dois mini-episódios da série, exibidos em 18 de março de 2011, pela BBC One como parte do Teletom para o evento de caridade Comic Relief. Eles formam uma história em duas partes. Vamos a eles:

    O episódio começa com Amy tentando atrair a atenção do Doutor, enquanto ele conserta a TARDIS. Ela descobre que Rory está ajudando o Doutor, instalando acoplamentos térmicos embaixo do chão de vidro da sala de controle da nave. Eles discutem, quando a TARDIS sacode e as luzes se apagam. O Doutor pergunta a Rory se ele derrubou um dos acoplamentos térmicos, o que ele admite que fez e pede desculpas por ter feito. Amy também pede desculpas, e diz ao Doutor que Rory estava olhando por baixo da sua (mínima) saia através do chão de vidro quando derrubou o acoplamento térmico (safadeeeeeeenho!).
    O Doutor percebe que eles pousaram, já que o sistemas da nave ativaram a "materialização de emergência", onde a TARDIS pousa no ponto mais seguro do espaço que está disponível. As luzes acendem-se, e eles descobrem que há uma outra TARDIS dentro da sala de controle! Ou seja, a TARDIS se materializou dentro dela mesma (o que rende um monte de paradoxos). O Doutor entra pela TARDIS que está na sala de controle, e logo entra pela sala de controle da TARDIS externa, entrando pela porta de entrada. Eles estão presos num "laço espacial", e que nada pode entrar ou sair da TARDIS. Apesar do Doutor ter dito isto, uma outra Amy entra pela porta da TARDISdizendo "Ok, garotos, agora é aonde tudo fica complicado".

    No episódio "Time", a segunda Amy revela que ela é de alguns momentos no futuro, e é capaz de entrar na TARDIS externa porque "o casco exterior da TARDIS abriu-se para fora do tempo". A segunda Amy sabe o que dizer, e o faz, porque, pela perspectiva dela, o que ela está fazendo é repetir o que ela disse ainda há pouco. O Doutor envia a primeira Amy para a TARDIS interna, de forma a "manter a linha do tempo" (nas palavras dele). Ambas se entreolham quando a primeira sai, mas pouco tempo depois, pela porta da TARDIS externa entram Rory e Amy. Eles explicam que o Doutor, pela perspectiva deles, mandou-os para a TARDIS interna. O Doutor envia o primeiro Rory e a segunda Amy para a TARDIS interna, e explica que ele vai montar uma "implosão temporal controlada", para "resetar a TARDIS". Só que, para isso, ele precisa saber qual alavanca ele usará no painel de controle (ihhhh). Logo depois dele ter falado isso, outro Doutor (oh, não!) entra pela porta da TARDIS externa, e fala para ele usar o Moments after he speaks, another Doctor walks though the outer TARDIS door and tells him to use "a alavanca esquisita" (wibbly não tem tradução). Ele rapidamente a puxa, e entra na TARDIS interna para dizer ao seu eu do passado qual alavanca deve puxar. A TARDIS interna desmaterializa, enquanto a TARDIS externa faz o mesmo. Por fim, o Doutor certifica-se de que Amy e Rory estão bem, e sugere a Amy usar calças.

    Dois episódios curtos, e que fazem uma história simpática, auto-contida e exibida num especial da televisão. Muito divertido, e vamos para as curiosidades:
    • Não é de hoje que temos especiais de Doctor Who para eventos de caridade. Aqui vai uma lista de ocorrências:
      1. Comic Relief de 1999 (The Curse of Fatal Death)
      2. Children in Need de 2005 (Doctor Who: Children in Need).
      3. Children in Need de 2007 (Time Crash).
      4. No Comic Relief de 2009, quem fez o especial na verdade foi o spin-off The Sarah Jane Adventures, com o episódio From Raxacoricofallapatorius with Love
    • Curioso é que o terceiro especial envolvia também um laço temporal (ou um loop temporal, como queiram), só que o Quinto e o Décimo Doutores (Peter Davidson e David Tennant, ou como podemos dizer... Sogro e genro, né?) se encontravam. 
    • Os especiais de 1999 e de 2007 foram também escritos por Steven Moffat. Legal, não?
    • Uma TARDIS se materializar dentro de outra, já aconteceu antes, não é novidade (também, com mais de 30 temporadas, fica difícil fazer algo que não ocorreu, né?). Isso já aconteceu com o Terceiro Doutor (Jon Pertwee) e o Quarto Doutor (Tom Baker). Foram os episódios The Time Monster e Logopolis. Mas em ambos os casos, foi a TARDIS do Mestre que se materializou dentro da TARDIS do Doutor. Nesse caso, foi recursivo.
    • O Doutor usa a analogia da curvatura de uma banana, para explicar a Rory sobre "espaço conceitual", o que é uma piada recorrente desde o Nono Doutor (Christopher Eccleston)
    • Amy fala a mesma frase que usou no episódio "The Big Bang", quando ela teve que lidar com ela mesma em dois lugares, devido a um paradoxo quase apocalíptico. 
    • Quer ver? A BBC One colocou no seu canal do YouTube. Tá aqui, ó: Space e Time.
    Depois disso, vamos para a 6a temporada, propriamente dita. E ela começa com um episódio duplo, para chutar logo as bundas de todo mundo, e um vilão novo (o que eu não gostei). Então, até semana que vem, e... Gerônimo!

      quarta-feira, 1 de junho de 2011

      Doctor Who 2005 - 6x00 - "A Christmas Carol"

      Tudo começa com uma nave de passageiros espacial (algo como um cruzeiro), levando mais de 4000 pessoas a bordo, são pegos por uma tempestade eletromagnética, gerada por uma estranha nuvem que está permanentemente sobre um planeta habitado por seres humanos. Isso já é ruim, mas ainda piora: Amy e Rory estão dentro dessa nave, passando a sua lua-de-mel. Os controles sofrem interferência dessa nuvem, e a nave começa a cair. Amy entra em contato com o Doutor, que não pode usar o (ou a) TARDIS para salvar a nave, e  o jeito é investigar e tentar entender o que essa nuvem tem a ver com o problema.

        Ao chegar no planeta, o Doutor encontra uma torre em forma de pináculo (um obelisco, por assim dizer) no centro de uma grande cidade, e esse pináculo está gerando essa nuvem, que influencia na atmosfera e provoca a queda da nave. O proprietário do pináculo (e posteriormente vemos, da maior parte da cidade) é o amargo e impertinente Kazran Sardick, um homem idoso que recusa-se a operar os controles isomórficos (significa que só podem ser operados por ele) para desativar o obelisco e permitir que a nave pouse em segurança. O Doutor, numa verve sherlockiana (deve ser influência da série "Sherlock", que Steven Moffat escreve com Mark Gatiss), observa que Kazran tem medo do seu pai, que é quem construiu o pináculo. Assim, o nosso Doutor favorito cria um esquema, baseado em "Um Conto de Natal", de Charles Dickens, para "salvar" Kazran. Sim, ele é Ebenezer Scrooge na história.

        Assim, com a ajuda da TARDIS, o Doutor vai até o passado de Kazran, quando ele era um garoto, que descobria a capacidade única da atmosfera do planeta de permitir que peixes nadem no ar. Os experimentos que o Doutor realiza com Kazran levam a um ataque de um tubarão (!), que gera um revés: A chave de fenda sônica do Doutor é engolida pelo voraz predador... Dos ares (!!). O Doutor recupera uma parte da chave de fenda sônica, e o tubarão é ferido, sem ser capaz de nadar de volta para a atmosfera. Kazran propõe uma solução para o novo... Amigo: Uma sala criogênica, mantida por seu pai, com cápsulas individuais. Seu pai mantinha essa sala para guardar pessoas, que ficavam como garantia para o pagamento de dívidas. Funcionava assim: Você pegava dinheiro emprestado com o pai de Kazran, e deixava seu filho ou filha nessa sala criogênica, como garantia de que irá pagar a dívida assumida. Pagando a dívida (e os juros, claro), a pessoa é tirada da cápsula e devolvida à família. Cruel, não? Entre essas pessoas, está Abigail, uma bela jovem por quem Kazran está encantado. Ela é liberta, e canta para acalmar o tubarão, enquanto o Doutor usa a cápsula dela para levar o tubarão de volta à atmosfera. Quando Abigail é colocada de volta na cápsula, eles prometem vê-la toda véspera de Natal, para passarem esse dia juntos. O Doutor mantém a promessa, e com a ajuda do TARDIS, ele salta para cada ano, estando lá a cada véspera de Natal, e ele assiste o florescimento do amor entre Kazran e Abigail (Abigail sempre dizia quando a cápsula era aberta: "Doutor! Kazran!". Conforme ele vai envelhecendo, ela inverte a fala, chamando por ele primeiro).

        Só que depois de uma visita, Abigail chama Kazran e conta a ele um segredo, que faz o já adulto senhor da cidade pedir ao Doutor que pare de realizar a prática do Natal e decidir deixar Abigail congelada permantentemente. No presente, o velho Kazran sente-se agradecido com as memórias novas, mas ainda assim é amargo com o destino de Abigail e recusa-se a ajudar a salvar a nave.

        O velho Kazran é visitado pelas imagens holográficas das pessoas de dentro da nave, no presente, e eles começam a cantar cânticos de Natal (!!!). Na verdade, eles notaram o efeito que o canto de Abigail teve, e vêem que cantar pode ajudar a estabilizar a nave - mas não a previne de cair. Amy aparece para Kazran e implora por ajuda, mas ele dá de ombros e ignora os hologramas. Aí vem o Doutor, e Kazran conjectura que o Senhor do Tempo veio mostrar a ele como será o seu futuro, de que ele morrerá velho, amargurado e sozinho; mas ele revela que Abigail tem uma doença incurável, e que ela só teria mais um dia de vida (lembra do contador que aparecia na cápsula? Era a contagem dos dias de vida dela). Como ele não pode decidir qual dia será, Kazran castiga o Doutor, por acreditar que ele poderia mudar a sua mente. Só que, sem o velho Kazran saber, o Doutor trouxe o jovem Kazran com ele. O jovem ouviu o que o velho disse, viu o seu futuro amargo e solitário, e decidiu mudar a sua vida de rumo, fazendo com que o velho imediatamente mudasse de rumo também. Finalmente, ele concorda em desligar os controles para salvar a nave.

        Alegria, deu tudo certo... Ou não: Devido a sua mudança, Kazran agora não pode mais operar os controles do obelisco, mas o Doutor executa uma solução: Abigail cantará, usando uma metade da sua chave de fenda sônica, que está com ele. A outra metade está ainda dentro do tubarão (que se estiver vivo, estará bem velho), e irá reverberar na atmosfera e desfazer a tempestade, e finalmente a nave poderá pousar em segurança. Kazran liberta Abigail, sabendo que essa será a sua última vez, e após lágrimas (deles e nossas!) Abigail lembra ele que eles tiveram várias vésperas de Natal juntos, mas agora é hora de vir o Dia de Natal. O plano dá certo, e a nuvem resultante cria flocos de neve, que caem sobre a cidade. O Doutor reencontra-se com Amy e Rory, e prepara-se para levar o jovem Kazran para o passado. Enquanto isso, o velho Kazran e Abigail aproveitam um último passeio de charrete puxada por tubarão juntos.



      Você chorou? Eu também. A história é linda, se você deixar a ranzinzice de lado e o purismo de fã... Deixe-se encantar pela magia da nova versão de Charles Dickens. Claro que tubarões voadores, só no disco do Arrigo Barnabé, ou na lendária banda de Itaboraí, RJ (que, dizem, nunca gravou um disco). Os cânticos de Natal para estabilizar a nave foram estranhos, e tem a quebra de continuum espaço-tempo, do jovem e do velho Kazran se encontrando (vai diretamente de encontro com o episódio "Father's Day", de 2005). Mas como foi dito por nós no Universo Who Podcast, se é para contar uma boa história, que se dane ser certinho.

      A personagem Abigail (Katherine Jenkins), na verdade é cantora lírica na Inglaterra, logo os dotes vocais dela (além de outros, aham...) foram enfatizados. Kazran é feito por nada mais, nada menos que Michael Gambon. Sabe quem ele é? Bem... Você assistiu algum dos filmes do personagem Harry Potter? Pois é, ele é Alvo Dumbledore. Sim, com aquela barba toda fica difícil reconhecer, mas se você reparar nos olhos, vai notar que aquele velho ranzinza é familiar.

      Bem, eu adorei o episódio, e se quiser saber mais o que achamos, vai lá no Universo Who e ouça o podcast correspondente. Vamos às curiosidades:
      • Amy aparece vestindo a roupa de policial feminina, que ela é primeiro vista em "The Eleventh Hour", o primeiro episódio da 5a temporada. Rory, por sua vez, é visto trajando um uniforme de centurião romano, tal qual em "The Pandorica Opens", no final da 5a temporada. Fetiches? Não sei.
      • O Doutor já encontrou-se com Charles Dickens, o autor da história original. Lembra-se? Foi em "The Unquiet Dead", 3o episódio da 1a temporada da retomada, em 2005.
      • Em várias das Vésperas de Natal, o Doutor, Kazran e Abigail estão usando longos cachecóis listrados, que é uma marca registrada do Quarto Doutor, Tom Baker. Ambos (o Doutor e Kazran) também aparecem usando cada um um fez, um item que o Doutor passou a incorporar ao guarda-roupa no episódio "The Big Bang", no final da 5a temporada.
      • Controles isomórficos não são exatamente uma novidade em Doctor Who, são citados em episódios da série clássica, como "Pyramids of Mars", entre outros. No final da 3a temporada, no episódio"Last of the Time Lords", o Mestre tem uma chave de fenda laser com controles isomórficos.
      • Durante uma das viagens do Doutor com Kazran e Abigail, eles encontram-se com Frank Sinatra e o Doutor se casa com Marilyn Monroe, mas ele diz que não valeu porque a cerimônia não ocorreu numa capela legítima. Isso foi em 1952, e o Doutor veste um terno branco. Ah, houveram fãs que foram na Wikipédia e modificaram o verbete da Marilyn Monroe, citando o fato. Infelizmente já tiraram, mas dizia que "ela casou-se com um estranho simpático e de gravata borboleta, mas o casamento foi invalidado". 
      • Há sugestões, de que o Doutor casou-se outras vezes, e foi levantado no episódio "The End of Time". Também há sugestões de que ele tenha se casado com a Rainha Elizabeth I, que também foi citado por Liz 10 no episódio "The Beast Below" e ventilado pelo Senhor dos Sonhos em "Amy's Choice".
      • Arthur Darvill (Rory) é incluído nos créditos iniciais, pela primeira vez desde que ele começou a participar de "Doctor Who".
      • Steven Moffat, roteirista do episódio e produtor da série, definiu o episódio como: "São todos os seus filmes favoritos de Natal, juntos, em uma hora, com monstros. E o Doutor. E uma lua-de-mel!".
      • O episódio foi rodado em julho e agosto de 2010, em Cardiff, País de Gales.
      • No dia de Natal de 2010, foi o 2o programa mais visto da TV britânica, fechando como o 4o episódio de "Doctor Who" mais visto, desde 2005.
      • Este foi o primeiro episódio de "Doctor Who" que passou simultaneamente no Reino Unido e nos Estados Unidos, como parte da iniciativa da BBC America de levar o Doutor aos que ainda não o conhecem. Já na Austrália, passou no dia seguinte. No Brasil... Está que nem o Sarney: Nada.
      Então é isso, e semana que vem voltamos com mais uma resenha do nosso querido Doutor, falando de 2 mini-episódios e esquentando as chaves de fenda sônicas para a retomada da série, na 6a temporada. Ouçam o Universo Who Podcast, comentem no site, e vamos que vamos. Gerônimo!

      terça-feira, 31 de maio de 2011

      MORTAL KOMBAT LEGACY 1x6 - Raiden

      O que aconteceria se um deus caísse hoje na Terra? Das duas uma: eles seriam adorados ou tidos como malucos - que é o que acontece com Raiden neste episódio.

      O Deus do Trovão dá o azar de cair bem nprum hospício, onde é seguidamente torturado e lobotomizado por pronunciar sua divindade e alegar que precisa se preparar para o Mortal Kombat que está por vir.

      Com a ajuda de uma bela colega de quarto conhecida apenas como "Blue"- mais algumas boas sacadas, como ficar mais poderoso quando usam uma arma de choque contra ele - Raiden consegue escapar e partir para Outworld - e, vejam só, rola até uma piada com o famoso chapéu no final. Alguns reclamarão que este Raiden não tem a pompa de um Christopher Lambert, mas confesso que fiquei curioso em vê-lo

      MORTAL KOMBAT LEGACY 1x4-5 - Kitana and Mileena

      Os primeiros três episódios investiram nas histórias mais "terrenas" de MK, mas agora é hora de visitar o lado extradimensional da franquia.

      Apresentando o Mortal Kombat propriamente dito, vemos como os guerreiros de Edenia perderam dez torneios para Outworld, permitindo que as tropas de Shao Kahn tomassem o reino de assalto. A primeira medida de Kahn é ordenar a morte do rei Jerrod, tomando a rainha Sindel como esposa e adotando sua filha Kitana.

      Receoso de que a pequena Kitana descubra a verdade e se volte contra ele, Kahn pede a seu feiticeiro Shang Tsung que crie um clone da garota para eventualmente substituí-la. Assim surge Mileena, que possui DNA tarkatan - a mesma raça guerreira do cruel Baraka - mesclado ao da princesa.

      Kitana e Mileena são criadas como irmãs e logo se tornam as duas principais assassinas a serviço de Shao Kahn. O imperador então as encarrega de eliminar vários sósias que se passavam por Jerrod, mas sem dizer a elas quem foi o antigo rei de Edenia...até que, ao eliminar o próprio soberano, Kitana descobre a verdade sobre seu "pai".

      Este é o único episódio em que o baixo orçamento da série se torna um problema, já que grande parte das cenas são feitas em animação que simplesmente não convence. E, vamos dizer a verdade, boa parte das atuações também.

      domingo, 29 de maio de 2011

      House - 7x23 - Moving On

      Season finale. Ou melhor, season finale tosca.

      Há polícia na frente da casa de Cuddy, Wilson machucado e ela dizendo que, caso House se aproxime dela, que é para mandá-lo imediatamente para a prisão.

      Voltamos três dias.

      House está tentando resolver o caso de uma artista, dessas bem doidonas, que acham que qualquer coisa é arte. Ela teve um ataque durante uma de suas exposições, quando seu assistente impediu que um cara colocasse fogo nela - como parte da obra.

      Cuddy quer conversar com House sobre a auto cirurgia quando ele resolve devolver as coisas dela. Ele, para variar, foge do assunto. Porém, de tanto insistir, ela consegue a resposta que tanto procurava. No meio do assunto, ela dá falta de uma escova e pede a House que devolva.

      A gente descobre que a paciente armou para cima de House. Ela quer ser tratada, mas fez da sua doença um quebra cabeças que o médico terá que resolver.

      Taub está ignorando as ligações da ex esposa, que não sabe que o ex marido será pai. Até que ela aparece no hospital para dizer que está grávida. E agora, Taub?

      House resolve devolver a escova de Cuddy. Ao chegar na sua porta, vê que ela está em um encontro e, em um acesso de raiva, vai com carro e tudo para o meio de sua sala de jantar.


      House - 7x22 - After Hours

      Uma mulher ferida rouba um carro, atravessa a cidade em alta velocidade e vai bater na porta da Thirteen. Ela insiste que Thirteen cuide dela em casa, sem levá-la ao hospital. Mesmo correndo riscos, a médica aceita cuidar da amiga em casa mesmo, com a ajuda de Chase.

      Taub recebe a notícia de que sua namorada (uma delas, pelo menos) está grávida. Ele vai afogar as mágoas em clube de strip e quase morre baleado.

      House está todo feliz que sua perna está ficando boa. Até que ela começa a piorar. Ele fica sabendo que os ratos submetidos ao experimento tiveram uma pequena melhora, até que começaram a desenvolver tumores e, um por um, foram morrendo. Ele se apavora e faz os exames que confirmam sua situação. E, numa medida ainda mais desesperada, resolve se operar para retirar os tumores. Claro que a ideia dá errado e ele tenta ligar para todo mundo que conhece - ninguém atende. Aí não vê outra saída a não ser ligar para Cuddy.


      House - 7x21 - The Fix

      Um cara e seu amigo colocam a foto da ex em uma base que está prestes a ser atingiga por uma bomba. Vodu ou não, quando a base explode, a muçher começa a ter um ataque e é levada ao hospital.

      House está sofrendo cada vez mais com sua perna. Cortesia do tratamento experimental que fez e que, nos ratos, causou tumores e morte. Ele está obcecado com isso, rouba remédio do laboratório e, quando vê que não está dando resultado, larga tudo e vai arrumar briga no bar. Lá descobre que algo aconteceu. E ainda leva um soco na cara!

      Wilson está todo alegrinho porque fez uma aposta com House em uma luta de boxe e ganhou (e fez uma dancinha ridícula). House não se dá por vencido e vai atrás do lutador para saber o motivo da derrota - e descobre que o cara está doente. Só falta convencê-lo disso!


      sábado, 28 de maio de 2011

      THE WEST WING 5x9 - Abu el Banat

      "Cinco minutos atrás, esta era uma manhã tranquila."

      Mais um episódio de fim de ano, e mais uma vez não vemos Toby e Josh tentando salvar o Natal. Melhor assim.

      Os Bartlets esperam a chegada de Ellie para acender a árvore de Natal, dando início às celebrações, mas eis que devido à neve e aos seguidos atrasos de aviões e táxis a moça simplesmente não chega.

      Enquanto todos esperam, a vida segue tumultuada como sempre, com uma eutanásia aprovada no Oregon fazendo todos se questionarem se, quando a esclerose do presidente piorar, Abby vai mandar desligarem as máquinas. Mais importante, todos se questionam se isso pode acontecer ainda durante o mandato de Bartlet.

      Outros problemas incluem um grupo de missionários católicos - ou, como Josh chama, "espiões de Cristo" - sendo feitos reféns no Sudão e o genro de Bartlet tentando concorrer ao Senado. Como negar sem causar uma crise de família, mesmo sabendo que se eleito ele será um mero títere no cargo? E, outra questão ainda mais difícil: como descrever um suborno num memorando?

      PS: para quem se perguntou sobre o título, ele significa "pai de filhas" em árabe e é citado numa conversa em que o presidente lembra como é duro ser pai de três moças.

      HOW I MET YOUR MOTHER 1x19 - Mary the Paralegal

      Robin convida todo o grupo de amigos para uma premiação e Ted, tendo terminado com Victoria, se vê sem companhia. O cara resolve não ir, mas Barney decide arranjar-lhe uma acompanhante profissional.

      A princípio Ted recusa, mas acaba aceitando - para fazer ciúmes em Robin, claro. Robin, aliás, que continua P da vida com ele. E as coisas não melhoram muito durante a cerimônia...

      Detalhe que o apresentador do prêmio é um ator gordo vestido de vampiro. E que apresenta uma sessão vespertina de filmes de kung fu. Isso só não é o melhor momento do episódio por causa das conversas telepáticas.

      E Barney ainda tramou um maquiavélico PLOT TWIST! Que ensina a Ted uma distorcida lição, mas enfim.

      Nurse Jackie - 3x03 - Play Me

      A irmã de Kevin aparece na casa de Jackie porque terminou com o namorado - e pretende ficar uns tempos.

      E chega um padre no hospital dizendo que tem que retirar as imagens da capela do hospital - coisa que Gloria pretende impedir.

      Zoey está em conflito sobre o namorado e vai pedir conselhos a Deus, que acabou de roubar um piano.

      Para completar, Kevin quer que a irmã saia com Eddie!